Estudo para Obreiros (as) As raposinhas!

As raposinhas representam as coisas silenciosas. Aquilo que não é visível.
“Apanhem para nós as raposas, as raposinhas que estragam as vinhas, pois as nossas vinhas estão floridas.”(Cantares 2:15)
Tenho chegado a conclusão de que muita gente tem sido derrotada não por leões, mas por pequenas raposinhas. Pelo menos é o que a Bíblia, a história da igreja, e a vida de muitos cristãos demonstram.
Na Bíblia temos vários exemplos:
Esaú, que por causa de um pouco de lentilha, destruiu sua vida. Nesse caso esse “um pouco”, fez toda diferença.
As brechas deixadas nos muros por Neemias. Segundo os inimigos uma raposa poderia destruir. “E estava com ele Tobias, o amonita, e disse: Ainda que edifiquem, contudo, vindo uma raposa, derrubará facilmente o seu muro de pedra”.
 (Neemias 4:3)
O excesso de preocupações com o que é secundário, quando o melhor a fazer é estar aos pés do Salvador, como fez Maria, irmã de Marta. Enquanto uma quedava-se aos pés de Jesus, a outra estava com o seu tempo tomado pelo andamento da casa.
Na maioria das vezes, moralmente falando, as raposinhas não são questões certas ou erradas em si mesma. Que pecado há, quando por necessidade, pedir um pouco do guisado ao irmão? Ou estruturalmente, numa construção deixar as brechas para corrigi-las depois, no acabamento? Ou ainda, que mal há no caso de uma visita, ‘dar atenção’ a limpeza, pra ‘não fazer feio’, como fez Marta diante da visita de Jesus em seu lar?
Gosto muito do texto em Apocalipse capítulo 17.
“Vi que a mulher estava embriagada com o sangue dos santos, o sangue das testemunhas de Jesus. Quando a vi, fiquei muito admirado.Então o anjo me disse: "Por que você está admirado?”
Nessa passagem de forma abreviada, está registrada a ação de raposas e raposinhas que se infiltraram no seio da igreja de Jesus, e no decorrer dos séculos devastaram a Vinha do Senhor.
O que nos chama a atenção é a admiração do Apóstolo João, diante daquela cena. A ponto do anjo lhe perguntar: “Por que você está admirado?”
No primeiro século da igreja, era normal o sangue dos santos serem derramado nas arenas por leões, animais ferozes e diante de um povo ávido por espetáculos escabrosos, comuns da época. O incrível, o inacreditável seria tomar conhecimento de que a própria igreja perseguida, séculos mais tarde é que promoveria tais derramamentos de sangue, como ocorreu abundantemente na idade média, se tornando assim a maior perseguidora dos verdadeiros santos!
Como entender, que a noiva que se vestia de branco à espera de seu Senhor, tempos mais tarde se tornaria numa prostituta espiritual, assentada sobre uma besta, vestida de púrpura, e que traria um cálice na mão transbordando com o sangue de cristãos?
Agora você entende porque João se admirou.
Se voltarmos um pouco no tempo, entenderemos melhor esta triste história.
exemplo:
Depois de dez grandes perseguições imperiais, satanás percebeu que não adiantaria bradar como leão que ruge para destruir os cristãos, como raposinha ele seria bem sucedido. Supostamente um imperador chamado Constantino se converteu, depois de ter vencido uma guerra usando o sinal da cruz nos escudos de seus soldados romanos. Depois da vitória, oficializou o cristianismo como religião do império.
Não demorou muito, e muitos príncipes e políticos interessados no poder temporal, se associaram a igreja. A maioria preocupada mais em agradar ao imperador, do que a Jesus. O resultado disso foi uma gama de gente que nunca nasceram de Deus, assumindo cargos estratégicos na igreja. Com poder espiritual que eles pensavam possuir, mudaram os marcos antigos. Alguém teve uma idéia – colocar imagens nas igrejas.
O argumento era de que a maioria da população era analfabeta, e ao contemplar as imagens, entenderiam a mensagem e seriam assim evangelizadas. Séculos depois, eis o resultado – nações bebendo do vinho de sua idolatria.
Aqueles que tinham acesso as Escrituras Sagradas, e que não concordavam com as aberrações, tiveram suas vidas ceifadas pelas fogueiras e forcas da Santa Inquisição Jesuíta.
Neste caso o argumento era de que o povo comum, não tinha condições de interpretar as Escrituras, tarefa exclusiva do chefe de Roma, que possuía supostamente as chaves de Pedro.
Vimos resumidamente como as raposinhas devastaram o vinhedo do Senhor.
Agora, percebemos que o mal não mudou sua estratégia, com suas raposinhas tem destruído milhares de milhares.
Nos dias atuais, é necessário que você elimine os pequenos maus pensamentos e sentimentos.
Saiba que não são as grandes raposas ou os grandes pecados, que ameaçam a sua salvação, antes são as pequenas coisas da vida que podem atrapalhar os grandes planos de Deus para você!
Pare e pense!

6 comentários:

Bell disse...

que benção seu blog,Glória a Deus.

tenha um restinho de semana abençoado

e que Deus te use mais e mais.

bjokas =)

cristiane silva disse...

Oi Flor Bell DEUs a abençõe também querida seja muito feliz e realizada em td que vier realizar!

Wellington disse...

Adorei teu blog, muito bom mesmo
Seguindo vc aqui, segue de volta??

Veja meu cantinho:
http://belezaeatragedia.blogspot.com/

..bjos,Até Mais!!

♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

Vim retribuir a visita ao meu blog e dizer que adorei sua presença por lá.
Gostei muito do seu blog. Amei tudo que li aqui. Voltarei sempre que puder...
Se quiser voltar e ler outros post´s ficarei muito feliz...
Quem sabe não gosta e fica (segue).... Com certeza retribuirei a gentileza.


http://cristalssp.blogspot.com
Beijos  Ani

cristiane silva disse...

Olá welligton ja estou o seguindo tabém um abraço e obrigada por sua visita!

cristiane silva disse...

Ani querida ja estou a seguindo també flor! DEUS te abençõe fi que na fé! bjs

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comentar no face....